Fórum de Assistência

A indústria têxtil e seus principais corantes - Corante Disperso

O poliéster é uma das fibras mais utilizadas no mundo de hoje. Características como resistência, durabilidade, facilidade de limpeza, fizeram com que esse composto químico fosse utilizado em larga escala pelas industrias têxteis, que inseriram a fibra de poliéster junto com o algodão em suas composições. Ganhando cada vez mais espaço, o poliéster começou a ser predominante em roupas para atletas e competidores, que visavam melhor desempenho de seu uniforme. Tamanha evolução do consumo dessa fibra resultou no desenvolvimento de um corante específico para seu tingimento, já que nenhum outro corante existente atendia de maneira eficiente.

Surgiu então a classe dos corantes Dispersos, o único corante que tinge a fibra de poliéster. Esse corante interage com a fibra de maneira muito peculiar, pois não há atração entre eles. O corante disperso é forçado a penetrar na fibra, ou seja, não há interação química entre corante e fibra, a reação é somente física. O mecanismo de penetração é bem simples: a fibra é aquecida à temperaturas de aproximadamente 200ºC, processo que ocasiona o surgimento de poros, vincos e orifícios em sua superfície. Neste momento, o tecido é mergulhado em um banho contendo o corante disperso. As moléculas do corante são suficientemente pequenas para passar pelos poros da fibra e fixar-se em seu interior. Após esta etapa, precisamos fixar permanentemente as moléculas de corante no interior da fibra. Para isso, resfriamos a fibra, fazendo com que ela se torne densa e fechada novamente, “prendendo” o corante em seu interior.

Um corante que tinge apenas uma fibra abre um leque de possibilidades de efeitos diferenciados. Os tecidos Unioffice e Unioffice Camisaria da Linha Profissional Santanense constituem um ótimo exemplo. Estes artigos são mistos, ou seja, possuem duas fibras em sua composição, o que nos propicia a possibilidade de aplicar um efeito rajado ao tecido. Conseguimos este efeito tingindo apenas o poliéster, processo que dá ao tecido uma aparência arrojada e moderna, semelhante aos Denims.

O corante disperso possui a mais alta solidez entre as classes de corantes. Essa característica, aliada às características peculiares da fibra de poliéster, garantem aos tecidos mistos um altíssimo custo/benefício. No mercado de uniformização de hoje, os artigos de Poliéster e Poliéster/Algodão ganham cada vez mais espaço, estando presentes em todos os setores da economia. Nossa Linha Profissional de Tecidos Mistos tem os melhores resultados de solidez e resistência do mercado, garantindo ao cliente final plena funcionalidade e durabilidade de seu uniforme.


Categorias :

   Voltar para o fórum

Comentários

Nenhum comentário publicado.

Nome
Email
Comentário
Campo Obrigatorio
Fechar
Procurar no fórum
Envie sua pergunta
Campo Obrigatorio
Fechar