Você está em Home > Empresa > Linha do Tempo > 1960/1970

No início dos anos 60 a FENIT organizou os primeiros desfiles com a presença de costureiros franceses. A Rhodia lançou, nesses desfiles, a moda brasileira para exportação: brazilian look, brazilian fashion, brazilian nature.

As roupas subiam e desciam, alargavam e estreitavam, Mary Quant economizava pano com a minissaia. Pernas largas nas pantalonas. O umbigo ficava de fora com as calças saint-tropez. Os rebeldes consumiam tudo. Todas as modas ficavam logo demodê. Os hippies deixavam os cabelos crescerem. Todos usavam jeans caminhando contra o vento.

Em 1967, a Santanense tornou-se uma empresa de capital aberto e continuou sua expansão, adquirindo, em 1976, o projeto têxtil da fiação Santa Helena S/A em Montes Claros, área da SUDENE. Nos salões do planalto, dez entre dez mulheres vestiam tailleur. Nos calçadões do Leblon desfilavam bumbuns rechonchudos e pós-moldados em fibras sintéticas. Os points de rock pediam jeans, camiseta e, quem sabe, um blusão de couro.

Você está em Home > Empresa > Linha do tempo > 1960/1970