Você está em Home > Sportswear > Glossário

Glossário

Este é um glossário que abrange todo o universo da cadeia têxtil. Está em constante evolução e poderá ter atualizações sempre que tivermos um novo item a divulgar.

Jacquard: Complexo método de tecelagem inventado por Joseph J.M. Jacquard nos anos 1801-1804. Por meio de um sistema eletrônico, que controla as agulhas de tecimento, muitas configurações podem ser obtidas, resultando tecidos com “desenhos” especiais (não possíveis em teares comuns).

Jeans: Corruptela de Gênes, nome Francês para Gênova, cidade portuária na Itália que acabou batizando as resistentes calças de trabalho usadas pelos marinheiros, confeccionadas de tecido grosso de algodão originalmente fabricado em Nîmes, França. Durante a década de 1850, o mascate Levi Strauss lançou os jeans de brim em São Francisco/Califórnia, como roupa de trabalho para mineradores de ouro. Entraram em moda nos Estados Unidos na década de 50, e desde então, vêm sendo feitos em modelos variados; justos ou baggy, saint-tropez e boca-de-sino; bordados com flores ou remendados; bem cortados ou stretch. Nos anos 50 e 60, eram também conhecidos como calças rancheiras.

Jeanswear: Linha de vestuário surgida em meados dos anos 50, expressando a cultura norte-americana. São utilizados o brim e o índigo blue, sempre associados a trajes informais, independente do corte ou modelo.

Jérsei: Tecido de malha, macio e elástico, usado normalmente na confecção de roupas femininas.

Jogging: Do inglês - jog (correr em ritmo de trole). É o popular agasalho, composto por blusa e calça, e utilizado na prática esportiva, especialmente as caminhadas - usado com tênis.

Jumper: Peça similar ao vestido, mas normalmente sem cinto e sem mangas, e com decote grande em U ou quadrado. Dirigida ao mercado feminino e infantil, é usada sobre blusa com mangas, suéter ou camisa.

Juta: Fibra lustrosa de origem vegetal, obtida da juta, planta do leste da Índia. Desde o século XIX, é misturada à seda e à lã para criar tecidos para roupas.